quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Radiohead + Paul Westerberg + "Replacements"



Apesar de gostar muito do radiohead acho uma banda superestimada, o oba oba em cima deles é demais e os fãs são os emos dos anos 90 "ai radiohead não vem", tem gente já com o ingresso na mão e falando "só acredito vendo" me poupem e vamo parar com a choradeira.
Os caras são provavelmente a maior banda alternativa do mundo e todo mundo diz que o U2 é marketeiro mas o radiohead também é bastante, o sucesso de in rainbows não foi em vão e o disco nem é tããão bom assim, mas pra mim saber fazer divulgação é um mérito e não significa "se vender" necessariamente.





Depois de muito tempo o Paul Westerberg saiu da toca e lançou um disco novo o "49:00"(já comentei isso no finado De Stijl), ele esteve muito tempo parado por causa de um machucado na mão que o impedia de tocar guitarra.
Ele fez o disco pra ser lançado no esquema "in rainbows" só que com algumas diferenças:
1-não foi divulgado
2-se os replacements não são muito conhecidos pela geração atual imagine o Westerberg
3-os arquivos foram colocados na amazon e não era fácil comprar, tinha que fazer download de programas e muitos fãs estrangeiros não conseguiram comprar(um deles eu)
4-ao contrário do radiohead ele não deixou a critério dos fãs o preço do disco, ele cobrou 49 cents de dólar, ou seja se algum fã fanático quisesse pagar 100 dólares no disco ele não conseguiria
5-a qualidade da gravação não é lá essas coisas, todas as músicas são grudadas, isso é, não existe separação por faixas o disco é uma faixa única de 43 minutos e pouco.
6-ele está com 49 anos e por isso o 49 minutos do seu tempo/sua vida, mas o disco só tem 43 minutos
7-última mas a maior burrísse, uma das músicas é um amontoado de covers sem sentido os quais ele teve que pagar direitos autorais e que por fim acabou dando prejuízo pro cara




Paul Westerberg e Tommy Stinson(os únicos replacements remanescentes(Bob Stinson morreu de overdose nos anos 90 e o Chris Mars se aposentou da música)) andaram fazendo umas jams sessions juntos e já até tocaram em algum lugar sem o nome repalcements, criou-se uma especulação sobre uma reunion tour às quais o Westerberg respondeu de duas maneiras:

1-Eu poderia estar tocando com o Tommy com o nome de Replacements e ganhar uma fortuna, mas esse não é o caso

2-Um retorno seria legal mas teria que envolver alcool e não bebo mais.

As duas respostas são negativas porém são melhores do que a resposta que ele deu uns anos atrás:

O retorno é impossível fora de cogitação, um me odeia e o outro está morto

Existe também um outro pequeno entrave além da má vontade do Paul, desde que o Axl Rose ficou louco e demitiu todo mundo, Tommy Stinson virou o baixista do guns e com o lançamento do Chinese Democracy pode ser que eles saiam em turnê pra divulgar o disco ou algo do tipo

Caso é que sabendo que o Coachella é o maior revival de bandas do mundo(já conseguiram reunir lá jane's addiction, jesus and mary chain, rage against the machine, happy mondays), já mandei um email pra golden voice que é a empresa que organiza o festival lembrando que os caras tão tocando juntos e sugerindo a contratação deles pro coachella 2009, agora é torcer

2 comentários:

d. chiaretti disse...

Radiohead é a banda mais '00s do mundo. E isso desde antes dos '00s começarem...
E, anote o que eu digo: nunca mais uma banda de rock séria vai chegar onde o Radiohead chegou. A banda é o fim de uma cadeia que começou com os Bealtes.

Bazzan disse...

the end has no end