domingo, 1 de fevereiro de 2009

Niveis de famosidade



1-O negócio do Dylan é que ele não conseguia brigar com alguém, terminar relações e seguir em frente, antes ele tinha que escrever uma música pra pessoa se sentir a pior coisa do mundo(vejam bem, coisa e não ser humano), vide positively 4th street, don't think twice it's alright.
Eu queria muito ser assim, ahahaha, é triste



2-eu lembro que eu era criança e via o clipe de I want to break free no fantástico, e eu enquanto criança gostava da música e achava engraçado o clip, o cara vestido de mulher, e minha mãe gostava do freddie mercury "ele tem uma voz linda", meu pai gostava do queen, era lindo porque era alternativo, era rock e todo mundo amava, depois deles só o U2 conseguiu fazer algo próximo, mas mesmo assim não é igual, minha mãe gosta de uma ou outra música do U2 e meu pai acha uma bosta, só pra dar um exemplo, mas são famosos, todo mundo conhece e tal.
No livro do Sellers ele fala que o U2 era indiezinho e de repente eles lançaram o joshua tree e todo mundo começou a ouvir.




3-O Killers vai ser o headliner de sábado do coachella, eu acho lindo, lembro quando eu conheci, o BO falava "glamourous indie rock n' roll, lindo", foi um negócio que era indienho e se ficasse famoso naipe minha mãe falar "esse cara desses killers é meio viado" já seria animal.

Um comentário:

Bazzan disse...

PS-acabei de ver no uol "Israel promete reagir a ataques de forma desproporcional" e pensei, sou Israel